Intenção de consumo das famílias cai 0,4% de fevereiro para março

Intenção de consumo das famílias cai 0,4% de fevereiro para março

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) recuou 0,4% de fevereiro para março deste ano, depois de quatro meses em alta. Com a queda, o indicador, medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), chegou a 98,1 pontos em uma escala de zero a 200 pontos.
 
Na comparação com março do ano passado, no entanto, o ICF apresentou um crescimento de 11,4%.

Intenção de Consumo caiu 0,4% de fevereiro para março, mas cresceu 11,4% em relação a março de 2018  (Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil/EBC)

Na passagem de fevereiro para março, quatro dos sete componentes do indicador tiveram recuo, com destaque para o nível de consumo atual (-1,5%) e para o momento para a compra de bens duráveis (-2,4%).

Os três componentes em alta foram renda atual (0,3%), compras a prazo (0,4%) e perspectiva de consumo (0,2%).
 
Na comparação com março de 2018, os sete componentes tiveram alta, com destaque para nível de consumo atual (19,5%) e perspectiva de consumo (19%).